Archive for the ‘Saúde infantil’ Category

Os benefícios da musicalização para crianças com autismo

Vanessa Gon, Psicóloga

   Você já percebeu como a música aproxima as pessoas, desperta expressões espontâneas, sensibiliza e resgata emoções e sensações, além de provocar uma série de registros mentais importantes na vida de cada um de nós? Recorde-se de sua música favoritaa que ela te conecta? E uma música triste, te deixa como? Que músicas que são relaxantes para você?

    A música produz grande impacto em nossas vidas e é uma das poucas atividades que envolve todo o cérebro e coloca em evidência os cinco sentidos, auxiliando na criação de experiências emocionais multissensorais positivas e profundas.

  Enquanto processo complementar ao desenvolvimento de crianças, sob forma de musicalização, os sons extrapolam as barreiras da diversão, pois estimulam a realização do movimento, a organização do pensamento, favorecendo a interação social, sem cobrança alguma sobre desempenho ou rendimento, se torna a expressão natural de cada um, com muito respeitoliberdade.

   Crianças que ocupam o espectro autista, precisam de condições específicas para se comunicar, usar a imaginação e comportar-se de modo mais flexível, explorado reações de modo mais criativo e acolhedor. Desse modo, a partir de atividades de musicalização, propõe-se excelentes condições para o desenvolvimento de habilidades cotidianas, tanto relacionais, quanto da capacidade de improviso.

    A musicalização pode proporcionar ainda alguns instrumentos para transmitir e compreender linguagens simbólicas, verbais ou não, tão necessárias à criança que ocupa o espectro autista. Com a vivência sonora e rítmica dos jogos e brincadeiras, pode dar mais cores e movimentos ao mundo e a suas relações.

  Sendo a música uma maneira para exteriorizar sentimentos, torna possível compartilhar com o grupo naturalmente a forma como reconhece o mundo, podendo valorizar o que tem de melhor, tendo mais prazer em conviver e em compartilhar experiências enriquecedoras.

   O papel do facilitador desse processo amplia essa experiência, visto que é capaz de buscar sons e ritmos que vão de encontro com os interesses da criança, tornando-a capaz de integrar-se ativamente nas relações, assumindo o cuidado consigo mesma e com o meio, ampliando suas possibilidades de relacionar-se.

 O educador musical apresenta ainda a possibilidade de libertar a criança para novos movimentos, conforme os ritmos dos sons produzidos, diminuindo a presença de estereotipias e fornecendo à criança condições para ampliar seu mapa de mundo e as possibilidades para se movimentar.

  No que se refere à intervenção com fins educacionais, a musicalização é uma ferramenta de maturação em áreas cerebrais relacionadas as habilidades linguísticas, da memória e do processamento, facilitando a compreensão do sentido amplo das palavras, dos gestos influenciando ainda todo o aspecto psicomotor da criança.

Era uma vez…

Histórias infantis ajudam crianças a elaborar conflitos emocionais

Vanessa Gon

Michelle Alencar Antunes

   Era uma vez… é assim que começam os contos infantis, onde castelos são encantados, porquinhos constroem casas, belas ficam adormecidas, anões moram em florestas, sereias vivem no mar, e a fantasia rola solta!

  As histórias infantis além de rotineiras e divertidas são muito benéficas para o desenvolvimento emocional das crianças, pois servem como um meio direto para expressão da fantasia, estimulando a criatividade e ajudando na elaboração de conflitos internos, como a rivalidade entre irmãos, o abandono, a rejeição, a tristeza, a inferioridade, entre outros. A criança ouve atentamente cada parte da historinha e além de estabelecer personagens preferidos, torce para que o vilão termine mal no final.

     Diferente do que se pensa isso não quer dizer que ela está desejando algo ruim a alguém, representa apenas que está reconhecendo a existência do bem e do mal, assim como a possibilidade de construir para si valores pessoais e coletivos.

   As historinhas ajudam ainda a trabalhar frustrações e, caso você não tenha percebido, os contos sempre apresentam em seu enredo um final feliz, que recompensam cada esforço em reagir frente aos desafios cotidianos, denotando a importância da persistência, do amor, do apoio, da união, da compreensão, da gratidão, da motivação, entre outros.

     As crianças elegem contos favoritos e pedem que os adultos os leiam várias vezes, pois reconhecem que algo ali alivia conflitos desconhecidos, como se fosse por mágica.

     Veja abaixo alguns temas de histórias infantis que auxiliam crianças a elaborar conteúdos específicos:

    Enquanto adulto, você pode ajudar a criança a escolher os temas das próximas histórias e, com certeza, também terá uma experiência mágica de contato e afeto com seu pequenino, voltando, pelo menos um pouquinho, a mergulhar no mundo da fantasia, vendo, ouvindo e sentindo a história por outros ângulos.